CRISTAIS

 

SE VOCÊ REALMENTE QUER CONHECER OS CRISTAIS, PROCURE CONHECER AS ROCHAS...

ENCONTRE UM PENHASCO E ESFREGUE O SEU CORPO CONTRA ELE...

MEDITE SOBRE A ROCHA E NA ROCHA.

Os fisicos modernos afirmaram que a forma fisica é composta, em essencia, não de materia e sim de energia.

E que a natureza da materia fisica é intrinsecamente dinamica. Em outras palavras, tudo o que existe é manifestação externa e de uma forma de energia, uma frequencia de vibração.

Tudo existe num relacionamento dinamico de causa e efeito com todas as outras coisas. Nada existe no vácuo.

Consequentemente, uma mudança na frequencia ou no modo de vibração de forma particular, numa localização específica dá origem a mudança. Esse  simples  mecanismo de causa e efeito é análogo ao exemplo de uma pedra que, jogada num lago parado,faz com que as ondulações da água se espalhem para fora, em circulos, cada vez mais amplos em torno do impulso original.

Quando trabalhamos com cristais, nós o fazemos baseados no mesmo principio. Criamos mudanças ou manipulamos de algum modo as vibrações num nivel sutil,não fisico,para depois afetar as vibrações  correspondentes num nível físico.

Trabalhamos sutilmente  para manifestar fisicamente. Podemos empregar os cristais para isso, porque possuem frequências de vibração extremamente elevadas e exatas que podem ser manipuladas com precisão, em virtude de a tendencia do cristal de ressoar em harmonia com qualquer vibração com que entre em contato.

Sabendo que o cristal tende a harmonizar sua frequencia de vibração com outras,como podemos usar essa propriedade para que o cristal amplifique,armazene, transforme, trasmute e concentre a vibração para criar as alterações associadas ao trabalho com cristais?

O cristal se harmonizará automaticamente e reproduzirá as vibraçõs de qualquer objeto em proximidade fisica direta e ou pode se levado a faze-lo através do emprego da nossa intenção consciente.

Para dirigir a atividade do cristal segundo nosso propósito, usamos o conhecimento natural para criar um conjunto determinado de vibrações no nosso interior. Interagimos então com o cristal para que este entre em harmonia e ressoe em uníssono com o recém-criado conjunto de vibrações no nosso interior.

Podemos então dirigir a ressonância do cristal com o emprego da nossa intenção ou vontade concentrada para que ela interaja com outros campos vibratórios de nossa escolha, sem as limitações normais impostas pelo tempo e pelo espaço. Se não for encontrada resistencia no campo vibratorio escolhido, este vibrará em harmonia com as vibrações mais fortes do cristal, por estarem altamente carregadas com o nosso proposito.

Em outras palavras, nós estabelecemos no cristal uma determinada corrente de energia. A onda que conduz ou transmite essa corrente é a intenção.quanto mais concentrada a intenção,mais poder terá a onda para percorrer distancias maiores e efetuar mudanças.

Assim, criamos com o uso do cristal uma alteração num campo vibratorio que se manifesta fisicamente da maneira como planejamos. Toda manifestação de vida é em essencia vibração, por isso os cristais podem ser usados para modificar pensamentos, emoções, nossos corpos e outtras formas fisicas.

O uso e os beneficios dos cristais tem o alcance do nosso poder de imaginação.

topo


 

FENG SHUI

 

Michelangelo o grande artista, ao ser perguntado sobre como era criar uma obra de arte, respondeu:

“Dentro da pedra já existe uma obra de arte,

eu apenas tiro o excesso de mármore!”

Dentro de nós já existe uma linda obra de arte, a mais bela do universo.
Nosso grande desafio é retirar o excesso de mármore e completá-la.

Nós somos os artistas da nossa criação!

A grande verdade é que nós somos a pessoa que escolhemos ser.
Todos os dias podem decidir se continuamos deste jeito ou se vamos mudar.
A grande glória do ser humano é poder participar de sua auto-criação.
E a sua participação nas mudanças e escolhas engloba também o ambiente onde mora. É neste momento que incluímos a técnica do feng shui, harmonização dos ambientes para concretizar o equilíbrio.

Quando começar a usar o feng shui você perceberá, uma mudança radical – provavelmente não em termos de gosto ou estilo pessoal, porém mais em termos de seu grau de consciência de como a forma e a distribuição espacial dos elementos (água, terra, fogo, madeira, metal) afetam a sua vida. A estética é muito importante no design de interiores, pois reflete quem somos no nível pessoal e cria um ambiente que nos pode ser agradável e reconfortante, ou deprimente e incômodo de se viver.

Mas só estética não é suficiente para um bom feng shui! Muitas casas premiadas que são estonteantes e cujo projeto é assinado por artistas famosos não tem um bom feng shui. A verdade é que um bom feng shui não se apóia necessariamente em senso estético, bom gosto ou muito dinheiro. Ele se funda na compreensão dos princípios de como nos influencia a disposição dos objetos, a cor, a energia etc.

A compreensão dessa informação faz de você um consumidor consciente, permitindo – lhe a tomada de decisões que não só irá embelezar sua casa, como ainda apoiar e melhorar sua vida. O feng shui dá um “toque espiritual” em nosso conceito de decoração, lembrando – nos que somos seres espirituais e de que a “essência do espírito” existe em todas as coisas criadas pelo homem e por Deus. A beleza, o cuidado e o tempo que o universo investiu em criar um crepúsculo dourado ou uma rosa vermelha deveriam nos servir de exemplo e modelo quando decorássemos nosso próprio
Espaço.

Isso não significa que todos precisam ser decoradores incrivelmente talentosos e criativos, mas sim que precisamos criar nossas casas, “nosso ambiente pessoal”, com o mesmo sentimento de importância e respeito empregados pelo universo no “ambiente maior”. O conforto e beleza que derivamos de um crepúsculo ou de um jardim florido e multicor são os efeitos regenerativos que um universo bem projetado exerce sobre nós. Por sua vez, o grau de consciência e reflexão que investimos na decoração de nossas casas torna-se a contribuição que fazemos para manter belo e harmonioso o mundo.

Quando sentir que precisa de mudança,
Transforme-se no alquimista,
Quando sentir que está em água funda,
Transforme-se no mergulhador,
E quando sentir que necessite de alguma “magia”
Em sua vida,
Transforme-se no mago.

topo


 

MUSICATERAPIA

 

COMO O AMOR,
O APELO DA MÚSICA É UNIVERSAL.
SEUS RITMOS EXPRESSAM TODAS AS ESTAÇÕES DA ALMA.
O HOMEM NÃO SABE O QUE DIZ O PÁSSARO
OU O CÓRREGO
OU AS ONDAS
OU A CHUVA.
MAS SEU CORAÇÃO PERCEBE MISTERIOSAMENTE
O SENTIDO DE TODAS ESSAS VOZES,
QUE ORA O ALEGRAM,
ORA O ENTRESTECEM.
A MÚSICA – GIBRAM.

 

O som e a luz influenciam todas as áreas da vida. A maneira como reagimos a estas duas grandes forças universais condicionará uma ampla parte de nossa saúde e felicidade. É, portanto, essencial aprendermos a usar o som e a luz de forma mais sábia, para que suas energias possam fluir para nós e nosso meio ambiente, enchendo a vida de alegria, felicidade, vitalidade e de um sentido claro.
Nós vivemos na música! O universo é uma harmonia tonal de muitos sons – muitas vidas que interagem e vibram juntas enquanto preenchem o grande silêncio.

Sua vida ou contribui para essa harmonia criativa, ou produz uma dissonância. Você faz música ou ruído. A música é o pólo positivo do som;seus ritmos e melodia refletem a eterna harmonia do céu.Sob este enfoque, a música é um espelho da ressonância sagrada:ela nos torna mais transparentes, ampliando nossos horizontes e ajudando-nos a sentir aquilo que é belo e inspirador.A música nos alimenta.Ela sempre fortalece,porque nos coloca em sintonia com poderosas ondas de energias vital e com a inescrutável fonte de todo o bem.

O ruído é o oposto da música: ele é o “som que ficou doido”, pois sua insanidade é na verdade sua dissociação, seu fracasso em encontrar qualquer concordância ou harmonia com o universo no qual se movimenta. A boa música transformadinamicamente o caos, trazendo paz, beleza, síntese e mudança; o ruído enfatiza a separação, a fealdade e a distorção. Escolheremos os sons que são melhores para nós de acordo com nossos mais profundos desejos e nossa sensibilidade.

A música, quando sabiamente utilizada,pode ajudar a trazer a liberação e a purificação para o corpo, para as emoções e para os padrões de pensamento dentro da personalidade. A música também pode expor o ouvinte a dimensões espirituais de força mais profundas no seu interior e à sua volta.

A boa música é sempre uma obra de inspiração.
Ela é a seu modo, imortal; sua essência inigualável passa por cima de gostos e preferências pessoais, de modo que jorra através dos ouvintes como um fluxo vital, alcançando lugares e abrindo portas onde tudo o mais tenha falhado. A boa música influencia terapeuticamente as pessoas, a despeito de condicionamentos, opiniões e experiências anteriores. Finalmente, a música que é verdadeiramente imortal, que é mais forte do que o estilo particular ou do que o período histórico no qual foi composta, transmite uma essência permanente que se expressa em cada geração.

 

Dica!

Reflita sobre todo o “universo sonoro” que trouxe bons momentos na sua vida, grave um CD com melodias e sons que lhe agradem, por ordem de importância. Escolha um local da casa que transmita conforto e segurança a você e, todo o dia presenteie-se com essa trilha sonora especial  !

Podem-se usar fones de ouvido, para não haver interferência de outros sons, mas nunca superior a 100 decibéis (ideal entre 70 e 100 decibéis).

Estilo

Efeito

Graves

Impulsiona o sono

Agudos

Anima e eleva a energia

Mantras e sons da natureza

Acalma, tranqüiliza e oferece estabilidade

Cantos indígenas, gregorianos e tibetanos

Suscita união, relaxamento e transformação de pensamento

Bach (composições graves e com ritmo definido)

Promove interiorização psíquica e emocional, força, coragem e clareza mental

Instrumental e canções de ninar

Desperta a harmonia, tranqüiliza e acalma

Mozart

Aperfeiçoa o raciocínio e melhora a aprendizagem

 

topo


 

 

RADIESTESIA

 

Há documentos arqueológicos Peruanos, datados de pelo menos 9.000 a. c.que mostram o uso da radiestesia.

Indícios do uso desta técnica são encontrados na província chinesa por volta de 2.205 a. c.. Na bíblia com o povo hebreu, a relato do seu uso foi com Moises.Os egípcios usaram – na como também os Romanos.

No século 17 era conhecida como rabdomancia e se espalhou pela Europa.

A radiestesia usa pêndulos, varetas metálicas ou de madeiras.

Muitas teorias foram elaboradas para explicar os movimentos dos pêndulos e das varetas de prospecção.

No passado muitos acreditavam que o fenômeno radiestesico ocorria sob a ação de forças sobrenaturais. A igreja considerou a radiestesia uma heresia,pois o pendulo e a vareta”eram movidos pelo demônio”.

Em 1939, com o uso da câmara fotográfica lenta, se demonstrou que o radiestesista cria inconscientemente o movimento pendular através de uma ação neuromuscular.

Na década de 60 os russos passaram a pesquisar cientificamente a radiestesia e a dominaram Método dos Efeitos Biofísicos ou simplesmente EBF. Inicialmente os russos utilizaram a EBF em pesquisas hidrominerais, mas hoje já empregam esta técnica na medicina, na criminalística e em outras áreas.

Assim a radiestesia foi desmistificada.

topo

 


 

Reiki

 

 

A energia curativa do amor

A física quântica nos diz que toda matéria é energia em diferentes níveis de vibração. a desarmonia das vibrações causam um estado de desequilíbrio, que no corpo se traduz em enfermidade. O reiki é uma técnica de transferência de energia curativa por imposição das mãos.
A palavra rei (universal sem limites) ki (energia vital) é japonesa,assim como está tecnica,mas a prática de transferência de energia para a cura vem de tempos remotos.

É a energia de que tratam muitas religiões e culturas, com nomes como: prana dos hindus, manas dos kahunas, energia bioplasmática dos investigadores russos e o chi dos chineses. Todos temos a  energia reiki e podemos utilizá-la para nós e em auxilio dos outros. Este poder se revela mediante iniciações,fato este que o diferencia de muitas outras técnicas de cura. O reiki é antes de tudo um compromisso consigo mesmo,onde cada um é agente de vital importância no equilibrio do universo.

Benefícios

- Previne e elimina os efeitos dos desequilíbrios energéticos.
- Não tem conotação religiosa.
- Não interfere nos tratamentos médicos.
- Pode ser usado não só em pessoas, mas também nos animais,plantas,na   casa,em objetos.
- É um método de baixo custo na prevenção e manutenção da saúde.
- É um método rápido e seguro de enegizar todos os sistemas orgânicos.
- Minimiza os efeitos da depressão decorrentes de tratamentos de quimioterapia   e radioterapia.
- Elimina o stress diário.
- Uma vez ativado no iniciado, ele permanece para sempre.
- Promove dentro de si qualidades de amor, compaixão, crescimento,paz e   serenidade.
- É completo eficiente nos tratamentos das áreas psicológica e médica,pois   trabalha a causa das doenças.

“Grande parte de vosso sofrimento é por vós próprio escolhido.
É a amarga poção com a qual o médico que está em vós cura o vosso eu – doente.
Confiai; portanto, no médico e bebei seu remédio em silêncio e tranquilidade.
Pois sua mão, embora pesada e dura, é guiada pela suave mão do invisivel.
E a taça que ele vos oferece embora queime vossos lábios, foi confeccionada com a argila que o oleiro umdeceu com suas lágrimas sagradas.”

O profeta – Gibram Kali Gibram.

topo

 


 

Shiatsu

 

A energia vital, ou ki, flui pelo corpo humano de forma regular. Esse fluxo forma “canais”, ou “caminhos”. Esses “canais” são os meridianos de energia, a base da medicina oriental. São utilizados pelos terapeutas no trabalho de reequilíbrio energético. O livre fluxo da energia pelo nosso corpo é essencial para a saúde e sensação de bem estar físico e psicológico.

Os meridianos são representados por uma grande “linha” de energia, que sobe e desce percorrendo o corpo humano da cabeça aos pés, formando uma “trilha” que pode ser aprendida e utilizada de forma sistemática. Essa linha é dividida em doze pedaços. Cada pedaço é um meridiano – relacionado a determinadas funções orgânicas e a certas características psicológicas e emocionais. Na sua maioria os meridianos têm o nome do órgão que ocupa lugar de destaque dentro das funções a ele ligadas. Mas, o meridiano não é o órgão!

Ao longo dos meridianos encontramos pontos que condensam energia. São chamados tsubos, cuja tradução nos dá “abertura”, “buraco”. São pontos que nos permitem contatar e atuar sobre a energia dos meridianos de uma forma mais intensa. Do ponto de vista científico, os tsubos são pontos que apresentam baixa resistência à eletricidade – ou seja, são bons condutores elétricos. Os antigos diziam que os tsubos são os pontos onde o fluxo de nossa energia vital aflora à superfície do corpo.

Utilizando a manipulação dos “canais energéticos” podemos levantar o nível de energia, regular e fortalecer o funcionamento dos órgãos e estimular a resistência natural do corpo às doenças.

O shiatsu alivia dores e auxilia na conscientização do corpo. E o corpo não é só corpo. O corpo armazena emoções, sentimentos, reflete nosso estado mental. No corpo, por entre seus músculos e nervos, está inscrito um pouco de nosso passado. Ele fala de nós de uma forma mais viva do que nossas palavras, que contam histórias nem sempre exatas. O corpo não mente, e também não esquece.

Existe uma história zen que diz que, uma vez, um discípulo foi visitar seu mestre, que morava num local muito distante e isolado. No decorrer da visita o tempo se tornou chuvoso e o céu se fechou. Na hora do discípulo ir embora, era noite, e a escuridão total. O mestre então deu - lhe uma lamparina. Quando o discípulo se aproximava da porta de saída, o mestre pediu que ele esperasse, aproximou – se, pegou a lamparina e, com um sopro, a apagou. Diante da surpresa do discípulo, ele lhe disse:

- Seja uma luz em você mesmo.

Essa história é uma metáfora. Seu sentido é de que devemos utilizar nossa própria “luz interior” – ou seja, nossa consciência/inteligência, para nos guiarmos.

É propósito de o shiatsu colocar a pessoa em contato consigo mesmo, assim aguçando sua autopercepção – ajudando a reconhecer sua “luz interior”. Através da expansão e aprofundamento da consciência, a vida se torna mais gratificante, equilibrada e criativa.

topo

 


 

Yoga

 

O que é Yoga ?

Definir Yoga é uma tarefa um tanto quanto difícil.  Traduzindo a palavra Yoga, que vem da raiz sânscrita, “yuj”, que significa unir, juntar, jungir, temos uma tradução simples que significa união .

É uma filosofia  ancestral  que se originou na Índia há mais de 5.000 anos . Constitui-se de um conjunto de técnicas que visa o autoconhecimento, o equilíbrio entre o corpo e a mente , físico e o espiritual, entre o micro e macrocosmo , buscando assim um estado de consciência plena .

Sendo assim, o Yoga nos proporciona  relaxamento, tranqüilidade mental, concentração, clareza de pensamento e percepção interior juntamente com o fortalecimento do corpo físico e o desenvolvimento da flexibilidade.

Por trás de todo esse significado, está a sabedoria milenar de que o ser humano não é só corpo físico passível de dores, sentimentos, apegos , mas que com disciplina e uma prática verdadeira e constante dos ensinamentos do Yoga é possível descobrir algo mais transcendental, que podemos chamar de EU SUPERIOR , alma imortal ou Deus .

 

Asthanga Yoga de Patanjali

Patanjali codificou  o Yoga  há mais de 5. 000 , no que chamamo de YOGA SUTRA . Sendo praticado dentro destes princípios, servirá para o seu propósito maior que é conduzir o praticante ao caminho da sabedoria interior.

Asthanga Yoga de Patanjali

1) Yamas :
Ahimsá não-violência
Satya – verdade ; não mentir
Asteya - não cobiça
Brahmacarya - conter excessos ; não agredir o corpo
Aparigraha desapego

2) Niyamas :
Shauca - pureza
Samtosha - contentamento
Tapas - disciplina
Svâdhyâya - aprendizado
Isvara pranidhâna – rendição; auto entrega

3) Asanas
prática de posturas físicas
4) Pranayama
prática de exercícios  respiratórios
5) Pratyahara
prática de abstrair os sentidos externos; controle sensorial
6) Dharana
concentração da atenção em um único ponto; aprender a focar
7) Dhyana
prática da meditação
8) Samadhi
estado de paz, iluminação, êxtase, encontro com o EU. Resultado das práticas anteriores .

NÃO CRIE SOFRIMENTO, PRATIQUE VIRTUDES; SEJA SENHOR DA SUA MENTE; EIS O ENSINAMENTO DE TODOS OS BUDAS .

 ROSANGELA

  INSTRUTORA DE YOGA

  atmanyoga@terra.com.br 

 NAMASTÊ

  topo